23 de abril de 2024

Esoterismo Sagrado

Por R. Rosental

Fundamentos religiosos da Páscoa

2 min read
pascoa

pascoa

A Páscoa possui diferentes fundamentos religiosos, com destaque para o Cristianismo e o Judaísmo.

No Cristianismo:

  • Ressurreição de Jesus Cristo: A Páscoa é a principal celebração do ano para os cristãos, comemorando a ressurreição de Jesus Cristo três dias após sua crucificação, conforme o Novo Testamento. Esse evento central da fé cristã representa a vitória de Jesus sobre a morte e o pecado, e a promessa de vida eterna para os fiéis.
  • Simbolismo: A Semana Santa, que precede a Páscoa, é marcada por diferentes celebrações e símbolos carregados de significado:
    • Domingo de Ramos: entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.
    • Quinta-feira Santa: última ceia de Jesus com seus discípulos.
    • Sexta-feira Santa: crucificação e morte de Jesus.
    • Sábado Santo: dia de luto e espera pela ressurreição.
    • Domingo de Páscoa: celebração da ressurreição de Jesus.
    • Ovos: representam a nova vida e a fertilidade.
    • Coelho: símbolo pagão de fertilidade que foi associado à Páscoa na Europa.
    • Cruz: símbolo da fé cristã e da morte de Jesus.
    • Círio Pascal: representa a luz de Cristo que vence as trevas da morte.

No Judaísmo:

  • Pessach: A Páscoa judaica, também conhecida como Pessach, comemora a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito, como narrado na Torah. A celebração dura sete dias e é marcada por diversos rituais e costumes, como a leitura da Hagadá, o consumo de matzá (pão ázimo) e maror (ervas amargas), e a realização do Seder de Pessach, um jantar ritualístico que conta a história da libertação.

Outras culturas:

  • Festas pagãs: Na primavera, diversas culturas antigas celebravam o renascimento da natureza e a fertilidade da terra. O ovo era um símbolo comum, associado à nova vida.

Em resumo:

  • A Páscoa tem origens complexas, combinando elementos religiosos e culturais de diferentes tradições.
  • No Cristianismo, a Páscoa celebra a ressurreição de Jesus Cristo e a promessa de vida eterna.
  • No Judaísmo, a Páscoa celebra a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito.
  • A Páscoa é um tempo de reflexão, fé, esperança e união familiar, com diferentes costumes e tradições em cada cultura.

About The Author

Compatilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved R. Rosental | Newsphere by AF themes.